SÉRIE 180 QUESTÕES COMENTADAS DE PSICOLOGIA

QUESTÃO 157. (IAMSPE – HSPE / 2012) De acordo com a Resolução n.º 006/2004, que altera o artigo 14 da Resolução n.º 02/2003, os dados empíricos das propriedades de um teste psicológico devem ser revisados periodicamente, não podendo o intervalo entre um estudo e outro ultrapassar:

 

(A) dez anos, tanto para os dados referentes à padronização, quanto para os dados referentes à validação e precisão.

(B) dez anos para todos os dados referentes à validação e precisão para os testes nacionais e quinze anos para testes estrangeiros.

(C) quinze anos, para os dados referentes à padronização, e vinte anos para os dados referentes à validação e precisão.

(D) cinco anos para os estudos referentes à normatização e também para os que tratam da validação, precisão e análise de itens.

(E) no máximo cinco anos para os estudos de padronização e vinte anos para os estudos de validação e precisão.

COMENTÁRIO

A resolução CFP Nº 002 / 2003 define e regulamenta o uso, a elaboração e a comercialização de testes psicológicos.

 

Art. 14 - Os dados empíricos das propriedades de um teste psicológico devem ser revisados periodicamente, não podendo o intervalo entre um estudo e outro ultrapassar: 15 (quinze) anos, para os dados referentes à padronização, e 20 (vinte) anos, para os dados referentes a validade e precisão (Alterado pela Resolução 006/2004)

 

§ 1o - Não sendo apresentada a revisão no prazo estabelecido no caput deste artigo, o teste psicológico perderá a condição de uso e será excluído da relação de testes em condições de comercialização e uso.

 

§ 2o - O estudo de revisão deve concluir:

 

I - se houve alteração na validade dos instrumentos requerendo mudanças substanciais no mesmo;

 

II - se houve alteração nos dados empíricos requerendo revisões menores ligadas às interpretações dos escores ou indicadores como, por exemplo, alterações de expectativas normativas, ou

 

III - se não houve mudanças substanciais e os dados antigos continuam sendo aplicáveis.

 

§ 3o - Caso haja necessidade de mudança substancial no instrumento, a versão antiga não poderá ser utilizada pelos psicólogos até que se estabeleçam as propriedades mínimas definidas nesta Resolução.

 

§ 4o - Caso haja necessidade de mudanças menores, ou não haja necessidade de mudança, uma nova publicação do manual ou um anexo ao manual original deve ser preparada pelo psicólogo responsável técnico pela edição do mesmo, relatando este estudo de revisão, fornecendo os novos dados, as conclusões e as alterações produzidas.

 

§ 5o - Os resultados da revisão deverão ser apresentados ao Conselho Federal de Psicologia pelos autores, psicólogos responsáveis técnicos ou editoras de testes psicológicos, no prazo estabelecido no caput deste artigo.

 

GABARITO: (C) quinze anos, para os dados referentes à padronização, e vinte anos para os dados referentes à validação e precisão.

EXPERIMENTE GRÁTIS O SISTEMA VIP

Administrado por: Editora Sanar LTDA - ME

CNPJ: 18.990.682/0001-92 

R. Alceu Amoroso Lima, 172 - Salvador Office & Pool, 3ro Andar - Caminho das Árvores, CEP 41820-770, Salvador - BA - Brasil Tel.: 71 3052-4831

PARA FALAR COM A NOSSA EQUIPE:

Email: suporte@concursospsi.com

WhatsApp: (71) 99672-9083